Facebook muda estratégia contra notícias falsas porque a primeira deu errado - Gel Tutoriais

Só as Melhores.

Post Top Ad

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Facebook muda estratégia contra notícias falsas porque a primeira deu errado



Em dezembro do ano passado, o Facebook estreou sua estratégia mais agressiva contra notícias falsas ao lançar um selo informativo que alerta para assuntos que estão sendo analisados por agências de checagem de fatos. Nesta semana, porém, a empresa admitiu que a estratégia deu errado.
Em um texto publicado na plataforma Medium, o designer de produto do Facebook, Jeff Smith, anunciou a nova estratégia da companhia. A partir de agora, a rede social vai exibir análises de agências de checagem junto aos artigos relacionados exibidos abaixo dos links considerados suspeitos.

De acordo com Jeff Smith, a ideia original de colocar uma bandeira vermelha ao lado do post indicando que aquela história podia ser falsa muitas vezes tinha o efeito oposto ao desejado. "Algumas pesquisas sugeriram que uma linguagem ou visualização forte, como uma bandeira vermelha gritante, podem dar mais força às crenças de uma pessoa", disse.

Além disso, as bandeiras vermelhas só apareciam quando um assunto estava sendo analisado por duas ou mais agências de checagem que são parceiras do Facebook. Isso reduz drasticamente o alcance das etiquetas, porque não existem muitas agências de checagem no mundo e nem todas elas podem se dedicar sempre às mesmas notícias.

Segundo Smith, o novo recurso, em testes feitos pela rede social, não reduziu consideravelmente o número de cliques em notícias falsas. Mas reduziu, sim, drasticamente, o número de compartilhamentos desses boatos - o que já é um avanço, segundo a rede social.

Além do novo sistema de artigos relacionados, o Facebook também vai abrir uma caixa de alerta quando alguém quiser compartilhar uma notícia que pode ser falsa. Uma janela vai aparecer na tela do celular ou PC perguntando se você tem certeza de que quer compartilhar essa história ou dar uma olhada no que agências de checagem têm a dizer.

As novidades começam a valer a partir desta semana.


Post Top Ad