Hackers pedem dinheiro para desbloquear PCs atingidos pelo vírus Petya - Gel Tutoriais

Só as Melhores.

Post Top Ad

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Hackers pedem dinheiro para desbloquear PCs atingidos pelo vírus Petya


O mistério por trás do mega-ataque que afetou milhares de computadores ao redor do mundo na semana passada continua a se intensificar. Desta vez, hackers surgiram na deep web pedindo 100 bitcoins para descriptografar as máquinas afetadas pelo vírus Petya (ou NotPetya).

O vírus que se espalhou por diversos países e fez vítimas até no Brasil era uma versão modificada de um ransomware conhecido como Petya, por isso alguns especialistas o chamaram de "NotPetya". De qualquer maneira, logo surgiu a especulação de que o vírus não era realmente um ransomware.

Ransomware é um tipo de programa malicioso que deixa todos os arquivos de um computador criptografados, e só libera a chave para desbloqueá-los mediante o pagamento de um resgate. Acontece que especialistas descobriram que o novo Petya não fornecia uma chave de desbloqueio, o que indicava que os PCs infectados não tinham mais salvação.

Ou seja, mesmo que as vítimas pagassem o resgate, os hackers por trás do ataque não poderiam liberar as máquinas sequestradas. A conclusão foi de que o objetivo do ataque não era mesmo arrecadar dinheiro, mas sim causar confusão - uma atitude possivelmente motivada por questões políticas, e tendo como alvo principal apenas a Ucrânia.

Seja como for, o site Motherboard revelou nesta quarta-feira, 5, que hackers supostamente ligados ao Petya apareceram na internet pedindo um novo pagamento em dinheiro. Numa postagem feita numa página oculta da deep web, alguém está pedindo 100 bitcoins - equivalente a quase US$ 256 mil - para liberar uma chave "universal" que promete desbloquear todos os PCs infectados pelo vírus da semana passada.

É neste ponto que a história fica ainda mais confusa. Isso porque já se sabe que os arquivos criptografados não têm salvação, já que o Petya não fornece uma chave de desbloqueio personalizada para cada vítima. O que os hackers que surgiram hoje estão dizendo é que eles podem fornecer uma chave universal, capaz de desbloquear todas as máquinas igualmente.

Outro ponto ainda pouco claro é que, ao contrário do que se imaginaria num caso como esse, os hackers não forneceram o endereço de uma carteira de bitcoin para onde os pagamentos devem ser enviados. Em vez disso, o anúncio pede que os interessados os procurem numa outra sala de chat online na deep web.

De acordo com informações do site The Verge, a chave oferecida pelos hackers pode descriptografar arquivos individuais, mas não pode salvar todo o sistema de uma máquina sequestrada - este, sim, já está perdido para sempre. De qualquer forma, não é possível ainda garantir se os hackers que fizeram este novo pedido de resgate são os mesmos que deram início ao ataque da semana passada, ou se a promessa de desbloqueio universal é real ou mais uma fraude para extorquir dinheiro de vítimas.

Fonte: Olhar Digital 

Post Top Ad